Sinter reúne mais de 600 sindicalizados para tirar dúvidas sobre ações judiciais

Sinter reúne mais de 600 sindicalizados para tirar dúvidas sobre ações judiciais

7 de fevereiro de 2020 4 Por Pablo Sérgio

Na manhã desta sexta-feira, 7, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Roraima (Sinter) reuniu – em assembleia geral – mais de 600 sindicalizados servidores federais para tratar dos seguintes pontos de pauta: Informes da Diretoria; 1ª Ação de Isonomia; Ação do Imposto de Renda; 2ª Isonomia (Professores) e Ação de Isonomia dos Técnicos.

De acordo com o diretor geral do Sinter, Flávio Bezerra da Silva, a assembleia teve como finalidade central tirar possíveis dúvidas que pairam no meio da categoria em relação às ações impetradas pelo sindicato em defesa dos direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras em educação.

“Como são ações judiciais antigas e existe uma expectativa grande por parte dos beneficiados, há muitas especulações e informações desencontradas plantadas por pessoas que querem comprometer a credibilidade da entidade sindical. Por isso, optamos por realizar essa primeira assembleia geral para que todos possam tirar suas dúvidas e se atualizarem sobre o andamento de cada ação”, fez questão de esclarecer Flávio Bezerra da Silva.

Por sua vez o titular do departamento jurídico do Sinter, Jefferson Dantas, lembrou que o andamento das ações judiciais não depende da entidade sindical e sim do poder judiciário em suas diversas instâncias, mas que o sindicato tem acompanhado de perto os passos de cada ação sob o aspecto jurídico.

“Diante da preocupação de nossa base sindical, convidamos o advogado Bernardino de Souza Cruz Neto, que acompanha essas ações, para fazer uma explanação sobre cada situação e ao mesmo tempo responder as perguntas de nossos sindicalizados, para garantir que todos de fato saibam o que está acontecendo e não se deixem influenciar por notícias distorcidas que às vezes são postadas nas redes sociais”, ressaltou Jefferson Dantas.

Para a professora Josefa Matos, diretora geral adjunta e professora federal aposentada, a realização da assembleia especifica para prestar esclarecimentos aos trabalhadores em educação federais foi muito importante e deverá acontecer com mais frequência no decorrer do ano.

“Muito importante destacar que o sindicato tem tido uma preocupação equilibrada na defesa dos direitos de todos os trabalhadores em educação, sejam federais ou estaduais e assembleias como estas são importantes para garantir a unidade e a integração da categoria e para que as informações sejam compartilhadas com os principais interessados” destacou Josefa Matos.