Seja bem-vindo

Horário de funcionamento:

Seg-Sexta
8hs às 12hs
14hs às 18hs

Fale conosco


95) 3623-0487
faleconosco@sinterroraima.com.br

Sinter

Sinter

A Frente Sindical e Popular de Lutas do Estado de Roraima, formada por cerca de 50 entidades sindicais e organizações sociais, tiveram participação significativa no carnaval boa-vistense, com a presença de um bloco de rua que reuniu mais de cem brincantes e foi destaque na festa carnavalesca realizada na noite de ontem no centro de Boa Vista.

A Frente Sindical foi criada com o objetivo de mobilizar as entidades sindicais numa campanha contínua contra a aprovação da Reforma da Previdência proposta pelo governo Temer e que tramita no Congresso Nacional e que, de acordo com os sindicalistas – trará prejuízos enormes para a classe trabalhadora.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Roraima (Sindsep-RR), José Carlos de Oliveira Gibim, a proposta do movimento é continuar denunciando as arbitrariedades praticadas pelo governo Temer contra a classe trabalhadora e ao mesmo tempo procurando sensibilizar a sociedade para que falam uma adesão ativa na campanha contra a aprovação da Reforma da Previdência.

“Avaliamos que nossa presença em bloco no carnaval faria a diferença, pois seria a oportunidade de participamos de uma festa popular e ao mesmo tempo levarmos a nossa mensagem de protesto, de denúncia e de alerta contra as arbitrariedades praticadas pelo governo Temer contra os trabalhadores e com a conivência da maioria da nossa bancada parlamentar”, disse Gibim.

Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Roraima (Sinter), Flávio Bezerra da Silva, a primeira noite de carnaval do Bloco da Frente Sindical foi muito positiva e atingiu os objetivos das lideranças sindicais.

“Nossas metas foram atingidas e conseguimos passar nossa mensagem de protesto e de esclarecimento para parcela significativa da população que estava presente no centro de Boa Vista. O sucesso foi tão positivo que hoje a noite estaremos na avenida mais uma vez para reforçarmos nossa luta contra a aprovação da Reforma da Previdência”, disse o líder sindical.

A presença do movimento feminista foi um dos destaques do bloco e de acordo com uma das coordenadoras do Núcleo de Mulheres de Roraima (Numur), Rosi Oliveira, as mulheres que integram o Numur estão sempre presente nas manifestações em defesa dos direitos da classe trabalhadora e no combate à violência contra a mulher.

Fonte: http://sakso.com.br/portal/2018/02/13/sindicalistas-colocaram-o-bloco-na-rua-contra-a-reforma-da-previdencia-e-outras-mazelas-praticadas-contra-os-trabalhadores/

O Sinter fez uma doação ao Bloco Dente de Leite, da prof. Lúcia. O bloco sai no carnaval de Boa Vista no dia 13 de fevereiro, levando crianças com necessidades especiais levando a estas pessoas esquecidas pela sociedade.

O bloco fará ao todo quatro apresentações: dia 3, às 18h, na Orla Taumanan; dia 4, às 17h, no Pátio Roraima; dia 10, às 18h, no Sinter; e dia 13, às 19h, na Av. Ene Garcez.

Os sindicalizados interessados em participar do bloco levando seus filhos, podem adquirir o abadá nas atividades promovidas pelo bloco ou ligando para o sindicato para reservar.

Terça, 30 Janeiro 2018 14:17

Sinter tem audiência com a SAMP

Companheiros, estivemos na manhã de segunda em audiência na SAMP, na pauta RSC, Enquadramento dos técnicos da união no PUCRES, abertura do prazo para os professores da união optarem pela carreira EBTT e PEC 199 hoje EC 98.

Estamos produzindo um panfleto que deve chegar às escolas com os esclarecimentos devidos a todos os educadores.

A tarde estivemos juntos com a base para realizar um estudo sobre a portaria 115/18 que regulamenta as atividades extra classe. Nesta reunião nos preparamos para reunião de terça feira, 30/01 na SEED onde iremos cobrar mudança naquilo que fere a legislação e prejuízo a o professor.

Sinter Articulação Sindical na luta pelo direitos dos Trabalhadores em Educação.

Quinta, 14 Dezembro 2017 14:15

Nota de Repúdio contra o Governo do Estado

O SINTER vem a público repudiar a atitude do Governo do Estado de Roraima em não realizar o pagamento dos salários dos servidores de dezembro de 2017 e em espacial dos Trabalhadores em Educação, que tem verba específica através da Lei do FUNDEB, que preceitua que tais recursos não podem ser destinados para outros fins.

Repudiamos também o silencio por parte dos Secretários e seus assessores que não se pronunciaram ate este momento para dar esclarecimentos à sociedade dos destinos dos recursos públicos repassados pela união em 28/12 e as causas do não pagamento de salários e a data em que estes vencimentos realmente chegarão às contas dos Servidores.

Frente às informações não oficiais veiculadas esclarecemos a categoria que estamos realizando levantamento de receitas e despesas do ano de 2017 para conferir se os recursos destinados a SEED foram efetivamente gastos com educação e que caso constatados desvios estaremos apresentando denuncia aos órgãos fiscalizadores competentes para que tomem as devidas providencias.

Flavio Bezerra da Silva

Diretor-Geral do Sinter

O Departamento dos Técnicos Educacionais informa que o SINTER está trabalhando em uma ação judicial contra o Estado de Roraima, para que seja restabelecido o pagamento do Adicional Noturno dos vigias que foi cortado pelo Governo do Estado desde o mês de abril de 2017.

Por esse motivo, o SINTER SOLICITA que os servidores sindicalizados no SINTER, detentores do cargo efetivo de auxiliar de serviços gerais que trabalham na função de vigia na Secretaria de Estado da Educação de Roraima, que tiveram seu adicional noturno cortado desde o mês de abril de 2017, que entregue os documentos abaixo relacionados, para que o Sindicato entre com uma ação judicial para o restabelecimento do pagamento do adicional noturno.

1) Cópias das escalas de vigias dos meses de fevereiro, março e abril de 2017 junto ao Memorando que a Escola ou outro órgão da educação básica enviou as escalas de vigias ao Chefe da Seção da Folha de Pagamento da Divisão de Pessoal do Departamento de Recursos Humanos da Secretaria de Estado da Educação e Desporto de Roraima – DIPES/DRH/SEED, estando essas escalas de vigias devidamente assinadas pelo(a) gestor(a) da escola e pelo servidor da função de vigia;

2) Cópias dos contracheques dos meses de fevereiro, março, abril, maio de 2017 e do mês corrente;

3) Cópias das frequências diárias do mês de fevereiro ao mês corrente, assinadas pelo(a) gestor(a) da escola e pelo servidor da função de vigia;

4) Cópia do CPF e RG.

Atenciosamente,

Boa Vista-RR, 15 de dezembro de 2017.

MICHEL NOGUEIRA

Diretor do Departamento dos Técnicos Educacionais

Quarta, 15 Novembro 2017 14:03

Grupo de Corrida do Sinter inicia atividades

O número de participantes foi reduzido, mas o entusiasmo era contagiante e diversos sindicalizados presentes na Aula de Zumba combinaram de participar do próximo treino.

Os participantes decidiram que os treinos ocorrerão todas as quartas e sextas, após o aquecimento com Zumba, às 19h, e a corrida às 20h.

LEMBRETE: O primeiro passo para chegar a algum lugar é decidir "CORRER" de onde está

Quinta, 02 Agosto 2018 13:15

JC Climatização

JC Climatização

Desconto de 10 a 15%

Quinta, 02 Agosto 2018 13:15

Laboratório Pasteur

PASTEUR - Laboratório de Análises Clínicas

Exames laboratoriais normais  e especializados

End.: Av. Dr. Silvio Botelho, 491 - Centro (Próximo ao Santander)

Fone: 95-3224-2698

Desconto conforme tabela.

Quinta, 02 Agosto 2018 13:04

Historia

O Sinter originou-se de uma associação denominada APAIMA (Associação dos Professores de Roraima).
Durante o período que antecedeu a fundação do Sinter, registra-se o seguinte:

Em 15 de outubro de 1981 houve a fundação da APAIMA, tendo como primeiro presidente Donato Lukman, exercendo o mandato até 1983.
No período de 1984 a 1986 esteve na presidência o professor Hildebrando Falcão, tendo como vice-presidente Cleonilde Pereira Gomes.
Depois desse mandato, houve eleições sem a participação dos associados, ou seja, nenhum dos sócios foi convocado. Mesmo assim, houve a homologação de uma única chapa, tendo como presidente Dimar Freitas de Mesquita.
No mandato desta diretoria foi instituído o 1 Congresso da APAIMA, com o propósito de caracterizar politicamente a entidade.
Por circunstâncias duvidosas – relacionadas ao patrimônio da entidade – o tesoureiro foi destituído do cargo, tendo como conseqüência a renúncia imediata do presidente. 
Nesse período, os integrantes do Conselho Deliberativo da Secretaria de Educação, Ismail Carlos, Radir Medeiros e Sebastião Pimentel, fizeram uma intervenção na entidade – por um período de três meses – para a reorganização e esclarecimento de algumas dúvidas sobre dívidas bancárias. Realizou-se durante esse período eleições para uma nova diretoria, sendo eleitos Edgar Marcelino de Almeida e José Lourenço Rosas para a Diretoria Executiva.
Em 1988, assumiu o último presidente da APAIMA: Raimundo Nonato de Oliveira.
com a promulgação da Constituição Federal de 1988, deliberou-se o direito – aos funcionários públicos – para filiação a entidades sindicais. A APAIMA foi desativada, criando-se assim o SINTER – Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Roraima.
As questões jurídicas e políticas encaminhadas pela APAIMA ficaram – a partir daquela data – sob responsabilidade do SINTER e a associação ficou com suas atividades suspensas.
Posteriormente, houve um desentendimento entre as duas entidades, pois o novo grupo que assumiu o SINTER deu um golpe no grupo da APAIMA, não cumprindo acordo feito no Congresso Nacional da CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação), acordo esse que era de nomear alguns membros da APAIMA para exercer cargos no SINTER.
Em 1988, a primeira diretoria do SINTER foi eleita provisoriamente: Dimar Freitas de Mesquita com presidente, Radir Dias como vice e Josué Filho como secretário.
No ano de 1989, o presidente provisório teve seu mandato confirmado em nova eleição para um mandato regular de dois anos, ficando como vice-presidente Josué Filho, e como tesoureiro Silas Lúcio Cabral.
Após a confirmação do nome do presidente eleito, Raimundo de Oliveira Furtado, presidente da APAIMA, negou-se a repassar as contribuições e a desocupação da sede em favor do SINTER. Consequentemente, o sindicato começou a funcionar na casa do próprio presidente e sua manutenção era feita por alguns membros da diretoria.
No início de 1991, houve a primeira greve dos trabalhadores em Educação comandada pelo SINTER, com duração de 20 dias. Esse período marca um grande número de filiações e o início das contribuições sindicais.
Com a criação do SIAPE, a APAIMA perde a sua rubrica, havendo a suspensão das contribuições para a entidade. 
No período de 1991 a 1993, o vice-presidente Josué Filho assume a presidência do SINTER, tendo como vice-presidente Francisca Chagas de Souza. As eleições desta diretoria foram efetuadas com diretoria proporcional com um mandato de três anos.
Durante esse período, houve uma preparação para uma nova diretoria, conforme mandava o Estatuto da entidade.
Em 1994, assume para um mandato de dois anos como presidente o professor Antonio Francisco Beserra Marques (Titonho), tendo como vice-presidente Francisca Chagas de Souza, e como tesoureiro José Airton da Silva Lima.
Em 1997, assume a presidência Silas Lúcio Cabral, ficando no cargo durante dez meses. m seguida, uma Comissão Intercentora composta por Ornildo Roberto de Souza, Dimar Freitas de Mesquita e Antonio Carlos de Carvalho assumiu a diretoria por três meses. 
Em 1998, assume o cargo de presidente a professora Rosalete Saldanha, que permaneceu no cargo por dois anos. 
Em 2000, num novo processo eleitoral, assume a presidência o professor Gervásio da Cunha, que fica no cargo por dois anos e meio.
Em 2002, assume o SINTER numa Comissão Provisória o professor Carlos Roberto Vieira (Carlão), Larry Tonny Efeson Alves de Almeida, Maria do Rosário Alves Coelho, Leopoldo Nogueira Júnior e Joelma Leal da Costa, que ficaram nos cargos por três meses até a eleição definitiva de Carlão para presidente.
Carlão ficou à frente do SINTER até março de 2005, sendo afastado do cargo por irregularidades em sua gestão.
Em seguida, assumiu um Comissão Provisória: Nilson, Paulo Cabral, Isis Moura, Edna Rodrigues e Roberto Nogueira.
Em 13 de setembro de 2005 acontece novo processo eleitoral, onde é eleito como presidente o professor Ornildo Roberto de Souza, como vice-presidente Rosilda , e como tesoureiro José Lourenço Ribeiro, para cumprir mandato de dois anos.
Em 29 de setembro de 2007, a diretoria é reeleita, agora para um mandato de três anos, conforme definido em Assembléia Geral da Categoria realizado em maio do mesmo ano.

A direção do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Roraima (Sinter), informa aos seus sindicalizados e à população em geral que hoje pela manhã esteve na Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz) em busca de informações relativas ao Pagamento do Salário dos Trabalhadores em Educação referente ao mês de junho de 2018,   previsto anteriormente para ser efetuado na data de hoje.

Naquela secretaria, a informação obtida é que a equipe técnica da Sefaz – juntamente com o secretário Leocádio Vasconcelos, estaria mobilizada para resolver a situação do bloqueio das contas do Governo do Estado, feita pela Justiça Federal em atendimento ao pedido da Receita Federal pelo não repasse do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) à União, nos últimos três meses.

Mesmo assim, conforme informações não oficiais, mesmo com os recursos bloqueados, a previsão é de que o Pagamento dos Trabalhadores em Educação seja efetuado ainda na data de hoje, conforme previsto.

Entretanto, diante dessa situação de incerteza, a direção do Sinter esclarece que já acionou a assessoria jurídica da entidade para que tome as providências cabíveis sob o aspecto jurídico para exigir judicialmente o pagamento do salário da categoria.

Na oportunidade, convoca todos os sindicalizados para ficarem em estado de alerta para uma possível Mobilização dos Trabalhadores em Educação - para uma mobilização a qualquer momento na frente do Palácio - para os próximos dias caso o pagamento não seja efetuado na maior brevidade possível.

 

Boa Vista-RR, 10 de Julho de 2018

Direção do Sinter

Página 5 de 6
logooriginal.png

O Sinter originou-se de uma associação denominada APAIMA (Associação dos Professores de Roraima).

© Copyright 2018 Agencia Amazonia digital. All Rights Reserved.

Search